5 passos para iniciar ações de prevenção a doenças em uma empresa


Apesar de ainda não serem iniciativas muito comuns, programas de medicina preventiva em empresas geram diversos ganhos, tanto para a companhia quanto para o colaborador.

O principal benefício é a melhoria da saúde dos funcionários, que reduz os índices de absenteísmo e presenteísmo.

ações de prevenção a doenças

Pensando nisso, separamos cinco passos para iniciar ações de prevenção a doenças em uma empresa. Confira:

1. Pesquisa de interesse

Antes de iniciar um programa de medicina preventiva dentro de uma empresa, é importante verificar se os colaboradores têm interesse em participar do projeto. Para isso, pode ser enviada uma pesquisa interna para verificar qual a porcentagem de pessoas que estariam engajadas nas ações. Caso a empresa verifique que o número é relevante, é possível passar para o próximo passo.

2. Levantamento do perfil epidemiológico

Depois de verificar quem realmente tem interesse em participar, é preciso mapear o quadro de saúde dos colaboradores. Para isso, deve-se coletar informações sobre hábitos de vida (fumante/não-fumante), histórico familiar e estado atual de saúde. Com essas informações, é possível partir para a próxima etapa. Vale ressaltar que a etapa de levantamento do perfil epidemiológico é uma das mais importantes, uma vez que influencia diretamente no resultado.

3. Planejamento das ações de prevenção a doenças

Com o perfil epidemiológico definido, é possível fazer o planejamento das ações que serão desenvolvidas. Nessa etapa também é preciso decidir a parte de logística: será necessário contratar profissionais de saúde? Serão feitas atividades durante o expediente? Todas essas questões fazem parte do planejamento. Para as empresas, existe a possibilidade de terceirizar os serviços de medicina preventiva, ou seja, contratar profissionais externos para que venham até o local realizar as ações.

4. Execução das ações

Quando o planejamento estiver finalizado, é iniciada a etapa de execução, ou seja, colocar em prática tudo que foi planejado no passo anterior. Para que haja participação de todos interessados, é importante informar como será desenvolvido o programa e também enviar lembretes com datas e horários das atividades.

5. Avaliação dos resultados

Por último, a empresa deve avaliar os resultados gerados com as ações de prevenção a doenças. Para isso, é indicado verificar dados como:

  • melhoria da saúde dos colaboradores;
  • diminuição de atestados médicos;
  • aumento da produtividade.

Também é interessante aplicar questionários de satisfação aos participantes. Todos esses quesitos revelam se o programa foi eficiente, além de mostrar problemas que podem ser sanados em uma próxima edição.

Você tem alguma pergunta sobre esse assunto? Compartilhe pelos comentários abaixo.

Entre em contato

Solicite uma demonstração ou deixe sua mensagem

Ficou com dúvida sobre o Previva?