3 motivos para justificar o investimento em medicina preventiva

investimentomedprevCuidar da saúde do próximo é uma prática cada vez mais comum nas empresas, que buscam por programas de medicina preventiva que trazem diversos benefícios tanto para a organização quanto para o colaborador. Pensando em ajudar os gestores a enxergar o potencial dessas ações, preparamos um post com 3 motivos para justificar o investimento em medicina preventiva. Confira.

1. Impacto na qualidade de vida
As empresas que optam por fazer investimento em medicina preventiva conseguem ver os resultados na sua equipe. Com a saúde em dia, os colaboradores faltam menos ao trabalho por motivos de saúde, tornando todo o ambiente mais produtivo. Além disso, é possível implantar programas de mudança de hábitos, como reeducação alimentar e ações para fumantes, aumentando a qualidade de vida e a disposição de todos os envolvidos.

2. Redução de custos
Além de estarem preocupadas com a qualidade de vida dos colaboradores, conforme explicamos no item acima, as empresas tendem a escolher programas que também tenham influência nos gastos. Nesses casos, fazer um investimento em medicina preventiva certamente contribui para a redução de custos, apesar de isso parecer contraditório. Nas operadoras de planos de saúde, essa redução acontece pois os usuários passam a fazer exames preventivos, evitando o surgimento de doenças ou até mesmo descobrindo-as em estágio inicial, encurtando o tempo de tratamento – etapa que costuma ser bastante cara. Para as empresas, a diminuição do uso do plano de saúde pode garantir um reajuste anual menor na negociação com as operadoras, já que o índice de sinistralidade tende a melhorar.

3. Diferencial
Mostrar preocupação com a saúde dos seus colaboradores certamente é uma atitude diferenciada no mercado. Ainda é crescente o número de empresas que oferecem planos de saúde e odontológico aos seus profissionais, até mesmo porque essa prática exige um investimento mais alto. Por isso, começar pela medicina preventiva pode ser uma ótima ideia para motivar sua equipe e atrair novos talentos.

Lembre-se que todo novo projeto precisa de análise e planejamento antes de ser executado e para a medicina preventiva não é diferente. Ou seja, não adianta sair colocando as atividades em prática, é preciso estudar a demanda e estabelecer as metas, para minimizar os erros e gerar mais benefícios.

Nesses casos, uma boa dica é fazer o uso de ferramentas para a gestão de medicina preventiva, que contribuem para a tomada de decisões e torna os as ações mais assertivas.

Você já fez algum investimento em medicina preventiva? Compartilhe sua experiência.

Entre em contato

Solicite uma demonstração ou deixe sua mensagem

Ficou com dúvida sobre o Previva?