Grupos de risco: por que é importante identificar

gruposderiscoesseA medicina tem evoluído muito nos últimos anos, principalmente pelo fato de cada vez surgirem mais opções de tratamentos para doenças. Para tentar reduzir os números de pacientes em hospitais e clínicas, os planos de saúde investem em programas de medicina preventiva. E para que o planejamento das ações a serem praticadas se torne mais simples, é preciso estudar algumas questões, como grupos de risco.

Os grupos de risco têm a função de selecionar quais pessoas precisam de atenção imediata com seu estado de saúde. Em geral, essas pessoas já possuem alguma doença que pode se agravar, mas isso não é regra. É possível haver um grupo no qual a intenção é prevenir doenças, como, por exemplo, mulheres acima de 39 anos que não realizam a mamografia periodicamente.

A identificação dos grupos de risco mostra quais doenças têm mais incidência entre seus usuários e quais estão sob controle. Essa prática ajuda a promover ações de medicina preventiva mais pontuais para evitar o crescimento dessas taxas.

A definição de grupos de risco diminui ainda as chances de erros dos programas de medicina preventiva, fazendo com que sejam mais assertivos. Com a redução das falhas, os investimentos podem ser melhor direcionados e a gestão dos programas se torna mais precisa, trazendo mais resultados positivos e de forma mais rápida.

Para identificar melhor os grupos de risco, você pode utilizar alguns métodos que apresentamos em outro post sobre elegibilidade de pessoas.

Você tem alguma contribuição sobre esse assunto? Conte nos comentários abaixo.

Crédito de Imagem: 

Entre em contato

Solicite uma demonstração ou deixe sua mensagem

Ficou com dúvida sobre o Previva?